pequenitudes - crônicas das pequenas atitudes humanas

domingo, 6 de dezembro de 2009

presente-ar

ele não queria dormir. chamei. desisti (rápido). manhã seguinte, uma pipa cor-de-rosa ao meu lado. minúscula. ele deu para a menina pequena (que dormia comigo). à tarde fomos, eu e ela, ao campinho. não subia, rodopiava, caía (era nossa primeira vez). dois garotos de farda nos interromperam. largaram a mochila no chão, aumentaram a rabiola, fizeram-na voar. ficamos admirados. eles com a rabiola, que tão alto elevou a pipa; a pequena, com a vontade dos garotos desconhecidos em dar uma mãozinha; e eu, com o achado que pode ser uma noite de sono perdida.

2 comentários:

  1. e a trilha thiago? "A pipa do vovô não sobe mais?".

    ResponderExcluir